Como remover cera do ouvido

SEM SUBTÍTULOS. O CONTEÚDO FICOU UM POUCO "JOGADO", SEM CONSTRUÇÃO TEMÁTICA MAIS APROFUNDADA, MUITO MENOS LINGUÍSTICA.
A cera de ouvido ou cerúmen é uma substância natural, que protege o aparelho auditivo de infecções e intrusos. Apesar do intuito de proteção, o problema acontece quando o acúmulo impede que a passagem de som ocorra normalmente, causando uma série de dificuldades, como zumbido, dores de cabeça e/ou incômodo. Vale ressaltar que, se a cera não está causando problemas, o ideal é deixar ela lá, pois o ouvido limpa-se naturalmente sozinho.
O primeiro passo para uma limpeza interna do aparelho auditivo é resistir ao impulso de ceder aos cotonetes, estes que são perfeitos para limpar a área externa da orelha, mas péssimos para inserir no seu canal auditivo, visto que, muitas vezes, não se extrai nada e, ainda empurra a cera mais para dentro. Felizmente, existe uma série de técnicas que cuidam da higienização da área, sem causar danos ao seu aparelho auditivo.

O uso da solução salina é uma delas: dissolva uma colher de sal em meia xícara de água. Absorva um pouco da mistura com um algodão e despeje algumas gotas no seu ouvido, com a cabeça inclinada. É importante ressaltar que a cabeça deve se manter inclinada por três a cinco minutos, para ter certeza que a solução chegou ao interior do canal. Depois disso, é só virar a cabeça para o lado contrário, escorrer a mistura e limpar o excesso com um pano. Em seguida, é só repetir o processo do outro lado.
Apesar da solução salina ser a mais simples de se fazer no ambiente doméstico, diversas outras misturas ou substâncias podem ser usadas da mesma forma, como água oxigenada: misture partes iguais de água e água oxigenada volume 10, com 3 a 5 gotas no ouvido e a limpeza estará feita.
Azeite de oliva morno também é outra solução que, além de limpar o canal, tem propriedades antissépticas, contribuindo para a diminuição dos riscos de infecção. Use 3 gotas de azeite morno em um conta-gotas, da mesma forma que as técnicas anteriores, com a diferença de que nessa é preciso manter a cabeça inclinada 10 minutos ao invés de 5, para que o efeito seja completo.
Além de todas essas receitas caseiras, simples e eficazes, existem recursos ainda mais eficazes, como óleos de bebê e produtos especializados na remoção de cera. Apesar do óleo de bebê, normalmente, vir com instruções, é bom ressaltar a forma de uso: 2 a 5 gotas pingadas a uma bola de algodão, que deve ser inserido no ouvido, a fim de impedir que a substância saia. Depois de cinco minutos de cabeça inclinada, o seu canal estará limpo.
Remédios, como o Cerumin, amolecem a cera de ouvido, facilitando a remoção. Apesar de poder ser comprado sem receita, medicamentos como esse não devem ser usados sob suspeita de inflamação no ouvido, que se manifesta pelas dores agudas, pela febre e pelo mau cheiro na região.
Se depois de usar um desses métodos você ainda sentir que há excesso de cera, o ideal é procurar um otorrinolaringologista. No caso de fortes dores no aparelho auditivo, é imprescindível a procura do profissional, mesmo antes de tentar se tratar em casa.

Facebook Comment